Vale a pena ver? | Skam

2015/Pôster Promocional da 1ª temporada

Skam se tornou fenômeno mundial no decorrer dos anos, refletindo a realidade do universo adolescente, em todas as suas perspectivas.

Skam teve seu final no sábado (24) e com ele encerrou-se uma das mais incríveis séries sobre a adolescência. Foram 4 temporadas, 43 episódios e inúmeras mensagens de aceitação, tolerância e amor. Seu último episódio, “Agradecemos por Tudo” (Thanks For Everything) foi um show à parte, desenvolvendo alguns personagens que ainda não haviam recebido certa profundidade e presenteando seu público, nos últimos minutos, com uma crítica social incrível do mesmo modo que havia se iniciado em 2015.

Ambientada na capital da Noruega, Skam soube contar boas histórias que se conectam devido aos protagonistas serem amigos e estudarem na mesma escola. Com uma narrativa onde todos os elementos primordiais executores de um bom enredo foram trabalhados de forma minuciosa e magistral, nenhum detalhe foi aleatório e tudo viria a fazer sentido e se conectar em algum momento na trama. Aliás, a série ficou bem conhecida no seu país por usarem as mídias sociais como um modo de dar vida aos seus personagens e de certa forma contarem sua história.

“A mentalidade global está em direção ao comércio mundial e aumentando a liberdade no comércio. Um mundo cheio de oportunidades. Um mundo onde sonhos se tornam realidade. Parece fantástico e é fantástico para uma pequena porcentagem de nós. Mas para a vasta e pobre maioria, o sistema capitalista significa uma coisa: morte e sofrimento. Enquanto vivemos os nossos dias tranquilos e nos enchemos de comida barata, as pessoas pobres sofrem em fábricas. Salários cada vez mais baixos, enquanto a carga horária só aumenta. Sindicalização é ilegal e as condições de trabalho são intoleráveis. Antes de aplaudir a liberdade, devemos lembrar de uma coisa: Nossa sociedade super consumista está às custas dos grãos de café do Peru. Nos alimentamos de comidas baratas produzidas pelas mãos mal pagas de crianças na Índia”.  – Jonas em Skam, 1ª temporada.

A primeira temporada nos apresenta Eva, uma garota que inicialmente aparenta ser solitária e extremamente apegada ao seu namorado Jonas. Porém, Jonas sente a necessidade de dividir seu tempo com os seus amigos, principalmente com Isak, que também é um tanto que solitário. Isso obriga Eva a fazer novas amizades.

Resultado de imagem para SKAM Gif

No decorrer da temporada descobrimos o motivo de Eva não falar mais com suas antigas amigas e conhecemos um pouco mais de Vilde, Cris, Noora, Isak e Sana. Os três últimos, respectivamente, se tornam os protagonistas das próximas temporadas.

Em 2016, após uma temporada que aborda feminismo, abuso, além de outros problemas da idade que os personagens se encontram, a série explode no mundo, apresentando em sua terceira temporada a perspectiva de Isak, que, ao se apaixonar por um garoto, se afasta de seus amigos. Já em 2017, a audiência conhece, na quarta temporada, a perspectiva de Sana, a última protagonista da série, que é muçulmana e possuí uma personalidade peculiar.

“Querida Sana, esse discurso é para você. E você recebe esse discurso porque o fato de nos convidar hoje derruba o presidente americano amanhã. Vivemos em um mundo caótico onde é difícil entender as regras. Porque algumas pessoas são pobres e outras ricas? Porque alguns têm que fugir enquanto outros estão seguros? Porque algumas pessoas são jogadas na rua? E porque, algumas vezes, quando você tenta fazer algo de bom ainda é visto com ódio? Não é estranho as pessoas desistirem ou deixarem de acreditar no bem. Mas obrigado por não desistir, Sana. Porque mesmo que algumas vezes pareça, nenhuma pessoa está sozinha. Todos (e cada um de nós) somos uma peça importante no grande caos e o que você faz hoje terá efeito amanhã. Pode ser difícil de dizer exatamente qual tipo de efeito e normalmente nem sempre podemos ver como tudo se conecta. Mas o efeito das suas ações permanecerá sempre em algum lugar no caos. Em 100 anos poderemos ter máquinas que calculem o efeito de toda e cada ação. Mas até lá nós só podemos confiar nisso: O medo se espalha. Mas… com sorte, o amor também!” – Jonas em Skam, 4ª Temporada.

A série, produzida pela NRK para seu site na internet surpreendeu não só seu público, mas também aos seus produtores e elenco com todo o sucesso obtido. Sem nenhuma divulgação a série se tornou fenômeno na Noruega e aqui no Brasil já conquistou milhares de fãs que se prontificaram em legendar todos os episódios. Já tem sua versão americana garantida e alguns de seus atores possuem propostas de trabalho em Hollywood. Em agosto, Henrik Holm, o intérprete do personagem Even, virá ao Brasil para conversar com os fãs sobre a série na Bloody Weekend.

Em uma recente declaração, Julie Andem, a criadora da série, contou que idealizou nove temporadas, todas em perspectivas diferentes, de personagens como Cris, Jonas e Vilde, mas não contou o motivo da série ter sido finalizada em sua quarta temporada. O que se especula é que devido ao fato da série ter sido vendida para os Estados Unidos, os produtores resolveram finalizar mais cedo para que a série já intitulada como Shame ganhasse atenção do público da série original, evitando também rivalidades e comparações.

Imagem relacionada

Skam, por mais que seja uma série sobre o universo que permeia a adolescência, possui personagens incríveis e profundos, tornando tudo mais cru e verossímil. Suas personagens femininas são dignamente retratadas, diferente de muitas séries ou até filmes exibidos hoje, onde mulheres estão lá apenas por serem mulheres e não indivíduos com personalidade que pensam, que agem e que erram, que podem sozinhas modificarem suas próprias histórias. Noora, por exemplo, protagonista da segunda temporada, era visualizada por Eva e por quem assistia como uma garota independente, feminista e bem resolvida, mas na sua temporada percebemos que ela é uma jovem que é insegura e bastante sentimental. Dessa forma, a série vai quebrando alguns paradigmas e estereótipos, ensinando seu público que ser gentil é algo que deve ser sempre feito, já que todas as pessoas ao seu redor estão lutando em uma batalha da qual todos desconhecem.


FICHA

Título: SKAM

Gênero: Drama

Duração: 4 temporadas

Ano: 2015

Sinopse: Skam é uma série dramática da NRK sobre a vida de um grupo de jovens da escola secundária Hartvig Nissen, em Oslo.

Facebook Comments
Felipe Damazio
About Felipe Damazio 3 Articles
Colunista, resenhista e colaborador do site e da revista. É fanático por séries e filmes e natural de São Paulo, possui 21 anos e é estudante de Jornalismo pela Anhembi Morumbi.